Bomba de água de fácil execução promete ajudar o produtor rural

Bomba de água de fácil execução promete ajudar o produtor rural 3.83/5 (76.67%) 6 votes

Carneiro hidráulico é o nome dado  a uma bomba d´água muito útil para o produtor rural. Ela não usa gasolina, energia elétrica, diesel e pode ser montada artesanalmente.

O barulho parece a batida de um coração. Mas este é o som de uma bomba d´água.

Em Santa Catarina, no município de Frei Rogério, a cerca de 300 Km de Florianópolis,
durante muito tempo, seu Gerson viu a água do açude parada enquanto os animais dividiam a água do poço usada pela família.

Hoje, enquanto o açude fica na parte de cima da propriedade, Gerson desce o morro junto com o técnico da Epagri, Élcio Pedrão, pra mostrar a bomba que os dois instalaram. Ela é chamada de carneiro hidráulico.

“Chama carneiro hidráulico porque na Idade Média, os soldados, para derrubar os portões das fortalezas, eles utilizavam uma tora de madeira com uma cabeça de metal ou de madeira mesmo, no formato de um carneiro. E esse golpe é o mesmo que o animal carneiro dá quando ele bate em alguma coisa”, explica Élcio.

O carneiro hidráulico funciona assim:

A água desce do reservatório por uma tubulação grossa. Entra no carneiro e aciona a peça martelo, que dá um golpe que fecha a passagem da água. Parte dela vaza pra natureza, outra parte é forçada  de volta e encontra a pressão da água que chega do reservatório. Resta apenas uma saída, subir para a câmara cheia de ar. Mas chega um momento em que o ar  comprimido ali dentro pressiona a água, que sai por uma tubulação mais estreita e é lançada para um ponto mais distante e mais alto.

“Basicamente precisa de no mínimo um metro de desnível. Teoricamente pra cada um metro de desnível da área de captação até o carneiro ela impulsiona a dez metros de altura”, conta o técnico.

Gerson ficou satisfeito com o resultado. “Essa bomba no caso bombeia por 13,5 h vai bombear 5 mil litros pro reservatório e 19 mil litros que faz ela funcionar segue o curso normal pra natureza…”, afirma ele.

Segundo Élcio, a capacidade é de bombear 378 litros por hora. A água  vai cair no tanque e abastecer o cocho dos animais, o sistema de irrigação da horta e até a mangueira pra regar o jardim.

Segundo Élcio, levar a água de um ponto a outro é um problema comum nas propriedades. “Quase toda propriedade tem um açude mas eles subutilizam essa açude. Eles acabam usando trator, combustível fóssil ou energia elétrica. E com esse carneiro, eles podem usar a água da propriedade sem custo nenhum”.

Além do seu Gerson , outros 25 produtores rurais  também instalaram o carneiro hidráulico. É um equipamento  muito simples feito apenas com peças compradas  em loja de material de construção.

Entre as peças existe também uma curiosa. É uma mola de guarda-chuva, daqueles automáticos que abrem apertando um botão. É o coração do carneiro, sem ela o carneiro não funciona.

“Esta mola é o coração do carneiro. Sem esta mola o carneiro não funciona. Ajunção dela é simplesmente fazer com que a vávula de sucção feche, interropendo a passagem da água. Fazendo que ocorra aquele golpe”, explica Élcio.

Ele explica do que depende a escolha da mola: “D istância…quanto mais longe e quanto mais desnível, mais dura tem que ser a mola. Se for até 2 metros de desnível a mola de guarda chuva funciona perfeitamente.

Para começar a montagem, Élcio rosqueia um parafuso 5×16, em uma válvula de sucção de uma polegada. Aperta as porcas e encaixa a mola.

Com a válvula pronta ele vai montando as outras partes. Todas as peças tem que ser unidas com a fita veda rosca.

Veja no vídeo como montar o carneiro hidráulico.

Clique aqui e confira a lista de materiais e o passo-a-passo para montagem do carneiro hidráulico.

O carneiro montado pelo Élcio vai hoje pra outra propriedade. A instalação é no sítio do seu Sérgio Rosa. O cano que vai captar a água  já está com vários furos e é protegido por uma rede pra evitar entupimento. Élcio estica o cano até um ponto mais baixo pra instalar o carneiro
e o serviço fica pronto em menos de uma hora. Ele aproveita pra mostrar mais uma adaptação que criou: um cano para dar a pressão interna dentro do cano, que substitui a garrafa pet.  Ele é melhor que  garrafa pet porque ela crima um limo na luminosidade do sol e o cano, por ser opaco não faz a formção e a água sai com uma boa qualidade.

Um ajuste no parafuso e começa a funcionar.

Sérgio, que duvidava da eficiência pela simplicidade do equipamento, já vislumbra os benefícios.

“Vai ser bom pra levar água pro gado. O gado vai ter que vir, descer no atoladouro e é mais fácil da criação num conseguir sair do lugar. Nós levamos pra onde nós quisermos essa água aqui agora”, diz ele.

Para o Gérson, que trabalha com agroecologia, o barulho da bomba, além de ser bom pra propriedade, faz bem até pra alma. “Eu fico meditando aqui. Só o barulhinho da  água faz muito bem pra gente”, finaliza.

O preço de um carneiro hidráulico industrial de metal, dependendo do tamanho, varia de R$600 a R$1800. Já este artesanal, sai por R$170.